quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Pesquisa aponta: Esses são os melhores lavatórios para homens

Depois de muita pesquisa, remexendo os bisacos de tralhas velhas espalhadas nesse mundaréu brasiliano e circuvizinhoso o SEU TÉDIO JÁ ERA acabou descobrindo que esses lavatórios que aparecem na imagem abaixo são os mais apropriados para o uso dos homens no mundo.imagePor Seu Tédio Já era

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Em Los Angeles artistas comemoram Dia do Engolidor de Espadas com show

Evento foi realizado na cidade de Los Angeles.
Show reuniu artistas do museu 'Acredite se Quiser'.

Os artistas performáticos Amy Amnesia, Donny Vomit, Brett Loudermilk e Vincent Wol realizaram no sábado (23) um show em frente ao Museu Ripley Believe It or Not! (Acredite se Quiser) de Los Angeles, nos EUA, para comemorar o Dia do Engolidor de Espadas.

Amy Amnesia, Donny Vomit, Brett Loudermilk e Vincent Wol engolem espadas durante show (Foto: Adrees Latif/Reuters)Amy Amnesia, Donny Vomit, Brett Loudermilk e Vincent Wol engolem espadas durante show (Foto: Adrees Latif/Reuters)

 Brett Loudermilk durante show em Los Angeles (Foto: Adrees Latif/Reuters) Brett Loudermilk durante show em Los Angeles (Foto: Adrees Latif/Reuters)

Do G1

Exposição de colecionadores tem cédula de 1927, avaliada em R$ 18 mil

Nota monetária é de 1927 e raridade valoriza o preço de venda.
Encontro com exposições de selos acontece em Ribeirão Preto.

Pequenas marcas da história e registros da economia e cultura de um país, os selos, moedas e cédulas monetárias são os destaques de uma exposição de filatelia – nome dado ao hobby de colecionar os materiais – em Ribeirão Preto (SP). Se algumas peças são importantes pelo valor cultural, outras também alcançam uma alta valorização financeira, como uma nota de 500 mil réis de 1927 avaliada em R$ 18 mil.

O preço não assusta o colecionador Osvaldo Colucci, que afirma não ser difícil encontrar um comprador para a cédula. “Vende porque o material qualificado ele acaba sendo destinado ao colecionador qualificado e como não é um material que você encontra em todo lugar ele acaba achando um destino. Porque o material raro sempre vai ter quem procure. Então ele é mais fácil de ser vendido, porque o material não raro muita gente tem para vender e fica uma coisa mais difícil, porque você vai ter que arranjar mercado para muitas peças”, diz.

O encontro, que vai até a quinta-feira (28), reúne colecionadores de várias cidades do interior de São Paulo. O advogado e agricultor Autharis Freitas dos Santos viajou de São José do Rio Preto (SP) para expor seu acervo de selos do Brasil Império. Adquirindo peças desde os 12 anos, Santos transformou o hobby em negócio e além de vender expõe mais de 16 coleções.

“Eu sou colecionador e fui obrigado a virar comerciante, de tanta coisa que eu fui adquirindo com o tempo, durante 30 anos de filatelia”, relata Santos.

Cédula de 500 mil réis de 1927 é avaliada em R$ 18 mil em Ribeirão, SP (Foto: Valdinei Malaguti/EPTV)Cédula de 500 mil réis de 1927 é avaliada em
R$ 18 mil (Foto: Valdinei Malaguti/EPTV)

Para o gerente de vendas dos Correios da região de Ribeirão Preto, Gilberto Gomes, é importante incentivar o habito de colecionar os selos para preservação histórica. “A preservação do selo tem como importância fundamental nós mantermos a história dos Correios, a história do país através das mensagens filatélicas. A filatelia é uma viagem a toda a história do país, a toda história cultural da vida das pessoas”, diz.

O organizador da exposição, Márcio Javaroni, espera que o encontro se torne tradição em Ribeirão Preto, que estava há 37 anos sem receber eventos como este. “Ribeirão Preto ficou um longo tempo sem receber exposições, então a gente traz de volta a tradição para a gente manter a filatelia acesa na cidade”, conclui.

Serviço
O evento funciona de segunda-feira (25) até quinta-feira, das 9h às 17h na sede da Associação dos Cronistas Esportivos de Ribeirão Preto, na Rua Camilo de Matos, 584, no bairro Campos Elíseos, em frente a Cava do Bosque.

Evento reune colecionadores de selo em Ribeirão Preto, SP (Foto: Valdinei Malaguti/EPTV)Evento reune colecionadores de selo em Ribeirão Preto, SP (Foto: Valdinei Malaguti/EPTV)

Do G1 Ribeirão e Franca

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O tamanho da vagina não tem nada a ver com a satisfação sexual

image
Em geral, o tamanho dos órgãos genitais do sujeito, em vez faz referência para o trato reprodutor masculino, isto é, o pénis. No entanto, o tamanho da vagina e a sua importância, pouco ou nada se sabe.
O tamanho da vagina varia de mulher para mulher da amplitude e da profundidade. O comprimento médio da vagina sem nenhum estímulo, é de 6,5 a 8 cm. Quando estimulado em sexo suas gamas de tamanho de 10 a 11,5 cm. No que respeita à largura da mesma, seja envolvido por um músculo conduta flexível adapta-se a diferentes situações, estreitos para conter um tampão e evitar que caia e se expanda suficientemente para permitir que o bebé em parto vaginal.
O tamanho da vagina depois de ter filhos
Contrariamente à crença popular, a vagina não aumenta de tamanho devido ao número de parceiros sexuais, a quantidade de sexo, nem o tamanho do pênis, mas partos vaginais. Após essas alterações, o tom dos músculos, o que pode acarretar:
Faça sexo menos prazeroso tanto para o homem e a mulher
Prolapso uterino e bexiga (descida destes órgãos), devido ao relaxamento dos músculos e ligamentos ao redor da vagina
A distensão da vagina pode auxiliar a entrada de ar durante o ato sexual, fazendo com que um som irritante
Para aquelas mulheres que a distensão dos músculos vaginais traz problemas, há soluções que vão desde exercícios que se destinam a tonificar os músculos do assoalho pélvico (exercícios de Kegel, por exemplo), a cirurgia para rejuvenescer a vagina.
O tamanho da vagina, como o pénis, não tem nada a ver com a satisfação sexual. Este é mais relacionada a outras coisas, como atração, sedução, desejo, expectativas, atitudes e habilidades dos amantes.

Por Léo Medeiros com informações do Belo Magazine

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Pizzaria nos Estados Unidos oferece descontos para cliente que portar arma

Com o filho de duas semanas de idade no colo e uma pistola à cintura, mulher paga a conta na pizzaria All Around, em Virginia Beach. O local oferece 15% de desconto para clientes portando armas ou que apresentem a permissão ao porte.

image

Idosa posa com um rifle semi-automático na pizzaria All Around, em Virginia Beach, na Virgínia. Em meio a debate sobre desarmamento nos EUA, o local está oferecendo 15% de desconto para clientes portando armas, ou que apresentem a permissão para o porte.image

Do G1

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Em escola da Romênia, professor é flagrado fazendo sexo com amante

Caso em colégio de Satu Mare gerou polêmica.
Vídeos e fotos envolvendo Ioan Sabau vazaram na internet.

Um professor provocou polêmica na Romênia após vídeos e fotos em que ele aparece fazendo sexo com uma amante vazaram na internet, segundo o jornal "Libertatea".

As imagens mostram o professor Ioan Sabau, que é casado, durante o ato sexual com uma mulher loira em um colégio de Satu Mare, na Romênia.

imageProfessor foi flagrado fazendo sexo em colégio na Romênia (Foto: Reprodução)

Do G1

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Na China um artista coloca cobra pelo nariz e a tira pela boca

Um artista performático colocou uma cobra pelo nariz e a tirou pela boca durante um show nesta segunda-feira (11) em Pequim, na China. O evento faz parte das comemorações do Ano Novo chinês.

Chinês colocou uma cobra pelo nariz e a tirou pela boca (Foto: Ed Jones/AFP)Chinês colocou uma cobra pelo nariz e a tirou pela boca (Foto: Ed Jones/AFP)

Fonte: G1

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Entenda porque a embalagem muda o gosto da bebida

Se você tem a sensação de que seu refrigerante favorito é melhor na garrafa de vidro do que na de plástico, fique tranquilo: não é frescura, mas um palpite cientificamente correto.
Apesar de o líquido que entra pelo gargalo ser o mesmo, o sabor é alterado por inconvenientes de cada recipiente: polímeros da embalagem PET escapam para o líquido, e a latinha acelera a saída do gás, entre outros exemplos (ver abaixo o texto O Sabor do Saber).
Vai uma rodada de psicologia? Pois saiba que o posto da garrafa de vidro como a favorita é, também, coisa da nossa cabeça. Pelo menos é o que acredita a engenheira de alimentos Rosires Deliza, para quem o componente emocional desce tão redondo quanto o químico: "Aprendemos que o certo é tomar vinho em taça, não em copo plástico. Isso influi no paladar". Vale também para as cervejas e os refrigerantes: o apelo do material vai favorecer à beça sua degustação.
O sabor do saber

Entenda como cada embalagem pode alterar o sabor das bebidas
1. PET Há componentes "fujões", que escapolem da embalagem para o líquido. Quais seriam eles? Os polímeros, micropartículas do plástico que se desprendem da garrafa e se misturam com o líquido. Daí o sabor"contaminado" de sua Coca 2 litros.
2. LATINHA Feita de alumínio, tem a vantagem de gelar mais fácil. Esse tiro, porém, pode sair pela culatra. Quando a temperatura se eleva, as substâncias voláteis na bebida se agitam mais. Saldo: o gás carbônico - responsável pelo "tschiiii" da latinha - escapa mais rapidamente.
3. VIDRO Há motivos para a preferência: é um material impermeável e de grande inércia química, ou seja, demora anos para interagir quimicamente com o conteúdo. Por ter um índice de porosidade inferior ao do alumínio e da PET, é bem mais eficiente na hora de reter o CO2.
4. MÁQUINA Tem vezes que desce bem, tem vezes que desce bem mal. Isso ocorre porque o refrigerante demáquina tem gás carbônico e xarope vindos de fábrica, mas a água, fundamental no sabor da bebida, é filtrada no próprio estabelecimento. Se o encanamento não estiver 100%...
Da Super Interessante

Veja também